English中文DeutschEspañolFrançaisItaliano日本語한국어 ру́сскийNederlands

O Airbnb tem orgulho de fazer parceria com a Welcome.Us — uma organização sem fins lucrativos que homenageia os vínculos entre os Estados Unidos e os imigrantes que os construíram — para celebrar a comunidade internacional diversificada a qual todos pertencemos. Descubra mais em www.iamanimmigrant.com.

“Se você começar um negócio na Alemanha e falhar, ficará marcado para sempre como alguém que falhou e não é capaz,” disse Hans Penz, um anfitrião do Airbnb no distrito de Staten Island em Nova Iorque. “Aqui nos Estados Unidos, se você começar um negócio e falhar, é só começar outro! Um padeiro pode virar um eletricista e depois um pintor. As pessoas não ficam te culpando pelos seus erros. É mais fácil seguir em frente e atingir seus objetivos. É por isso que nos mudamos para cá.”

Esse mês faz três anos que Hans e sua esposa, Sandra, se mudaram para Staten Island. Sandra é uma engenheira automotiva e Hans gerencia a confeitaria Keksies, que é especializada em pequenas delícias alemãs e austrícas como strudel de maça, bolo floresta negra e estrelas de canela.

HansBakery

“Nós vimos o anúncio de um apartamento com um preço razoável em Staten Island com vista para a Estátua da Liberdade e o One World Trade Center, que além de tudo era próximo à balsa e à praia. Tínhamos que conferir,” disse o Hans, “e assim que vimos o lugar, nos apaixonamos por ele.”

Como o casal adora usar o Airbnb em suas viagens, não foi preciso pensar muito para começar a receber hóspedes em sua casa. “Em nossas viagens com o Airbnb, nos demos conta de que não se trata apenas de uma alternativa simples, conveniente e mais barata a hotéis: logo de cara você também conhece moradores locais que te apresentam a cidade. Todas as pessoas que nos hospedaram foram muito acolhedoras. Como nossas experiências como hóspedes foram incríveis, achamos que também seríamos bons anfitriões.”

A maior parte da renda extra que Hans e Sandra ganham sendo anfitriões é investida na confeitaria. “O Airbnb é como uma incubadora de empresas para o meu pequeno negócio próprio!”, disse ele. “Eu consigo fazer mais marketing, comprar mais equipamentos; de um modo geral, posso investir mais nele. Eu não teria como fazer meu negócio crescer na mesma velocidade sem o Airbnb.”

HansPorch

Além dos benefícios para o negócio, Hans e Sandra também amam receber hóspedes porque, segundo ele, “Você conhece pessoas que se parecem com você de alguma maneira específica: algumas pessoas são apaixonadas por comida como nós, algumas trabalham na indústria automotiva como a Sandra… As pessoas nos escolhem porque elas se identificam conosco de alguma maneira e assim criamos um vínculo imediato. Elas são como amigos que ainda não conhecíamos. Fazer novos amigos, de todos os cantos do mundo, é o verdadeiro motivo que nos faz continuar a hospedar.”

Hans também sente um vínculo familiar com relação à sua imigração para os Estados Unidos e seu trabalho aqui. “Tanto eu quanto Sandra temos parentes que se mudaram para os Estados Unidos no passado e começaram seus próprios negócios,” ele contou. “Meu tio-avô entrou pela Ilha Ellis e montou uma loja de materiais de construção em Nova Jérsei. Infelizmente ele faleceu antes de eu ter a oportunidade de conhecê-lo, mas ainda assim sinto-me conectado a ele porque estou fazendo o que ele fez.”

“Estamos muito felizes de perpetuar o que nossas famílias fizeram antes de nós.”