English — 中文Deutsch — Français — Español — Italiano —  日本語한국어Nederlands

O Airbnb tem a missão de criar um mundo onde seus 7 bilhões de habitantes possam sentir-se em casa em qualquer lugar. Pelo menos um bilhão dessas pessoas têm mais de 60 anos, e suas décadas de histórias e experiências as tornam alguns dos melhores anfitriões do Airbnb em nossa comunidade mundial.

Muita coisa mudou na indústria de viagens ao longo das décadas, mas nem sempre para melhor. Experiências para turistas produzidas em massa e opções de alojamento padronizadas têm nos afastado das nossas raízes humanas: dentre elas, o anseio por interações autênticas com os outros.

Talvez não seja uma grande surpresa que alguns dos nossos melhores anfitriões são pessoas que cresceram numa época em que viajar significava conhecer pessoas novas. Aqui no Airbnb, esses anfitriões mais vividos não apenas formam uma parte importante da nossa comunidade, mas muitas vezes são, por diversos motivos, alguns dos nossos líderes mais bem-sucedidos.

Em todo o mundo, quase um milhão de usuários do Airbnb têm mais de 60 anos. Entre os anfitriões, 10% deles têm mais de 60. Esses anfitriões têm histórias e experiências de todos os tipos.

Charts&Graphs-60+Story-Translations-MT-072915_r2_Portuguese 1

 

Charts&Graphs-60+Story-Translations-MT-072915_r2_Portuguese 2

Hospedar Pode Ser uma Ajuda Importante para Pessoas Acima de 60…
Pessoas acima de 60 anos no Airbnb hospedam por diversos motivos:

Charts&Graphs-60+Story-Translations-MT-072915_r2_Portuguese 3

Algumas pessoas acima de 60 anos recebem hóspedes para complementar sua renda, uma vez que muitos têm um orçamento apertado: cerca de 56% deles são aposentados e 49% vive de uma renda de aposentadoria fixa. O dinheiro que eles ganham como anfitriões os ajuda a fechar as contas do mês e a ter uma vida financeira mais saudável.

Em média, um anfitrião acima de 60 anos ganha o equivalente a pouco menos de 6.000 dólares americanos ao ano recebendo hóspedes por pouco menos de 60 dias ao ano, o que lhe garante um dinheiro a mais para compras essenciais ou até mesmo para fazer uma viagem. Inclusive, 41% dos nossos usuários acima de 60 já nos contaram que hospedar os ajudou a permanecer nas casas onde muitas vezes passaram a maior parte de suas vidas.

Ouvimos tantas histórias de anfitriões do mundo inteiro — anfitriões como a Janice em Louisville, EUA, que usa o dinheiro que ela ganha como anfitriã para fazer a manutenção de sua casa e realizar reparos simples.

…Mas Cada Vez Mais Pessoas Acima de 60 Anos Têm Encarado a Hospedagem Como um Estilo de Vida
Conforme observado pelo Centro de Longevidade de Stanford, isolamento pode ser um problema sério dentro de comunidades de pessoas acima de 60 anos. Ao receber hóspedes pelo Airbnb, essas pessoas podem trazer o mundo às suas portas, conectando-se e interagindo com hóspedes sem sair de casa.

De fato, muitos dos nossos anfitriões acima de 60 anos que começaram a hospedar por questões financeiras dizem que os benefícios sociais ajudaram a renovar sua sensação de propósito, enquanto quase um terço deles dizem que a possibilidade de conhecer pessoas novas é o principal motivo de receberem hóspedes. São pessoas como o Eijiro, no Japão, que vive sozinho em seu apartamento desde o falecimento de sua esposa.

Mais de dois terços dos nossos anfitriões acima de 60 anos buscam deixar suas casas mais animadas quando estão sem companhia, que é exatamente o caso de Laurel que mora em Menlo Park na Califórnia, EUA, e cujos filhos já saíram de casa. Os resultados falam por si próprios: esse nível de presença e atenção causa uma ótima impressão nos hóspedes, deixando-os com memórias inesquecíveis. Inclusive, os anfitriões acima de 60 do Airbnb recebem 7,5% mais avaliações 5 estrelas que outros anfitriões.

Estabilidade e Flexibilidade Financeira
O dinheiro que nossos anfitriões acima de 60 ganham desempenha um papel importante na saúde financeira geral deles.

Airbnb 60+ hosting community

“O Airbnb fornece um grande alívio em relação à ansiedade e preocupação com a manutenção e os reparos da casa.”

A Janice é uma superhost em Louisville no estado de Kentucky, EUA, com mais de 200 avaliações e comentários. Ela já usou sua renda no Airbnb para conseguir um crédito deixando sua casa como garantia e fazer alguns reparos de infraestrutura na sua casa, incluindo a restauração do telhado, das calhas, da cerca e da pintura, além de outros consertos menores.

Airbnb 60+ hosting community

“Eu era uma viúva sem trabalho e sem outra fonte de renda além da minha pensão. Eu não podia me aposentar, pois tenho contas e mais alguns anos de hipoteca para pagar. A última coisa que eu queria fazer nesse momento difícil era deixar minha casa e minha cidade.”

Depois de perder seu emprego e seu marido, as filhas de Rosa a incentivaram a receber hóspedes em seu apartamento em Barcelona. Ela usa sua renda do Airbnb para pagar suas contas e já acolheu hóspedes do mundo todo, incluindo da Tasmânia, de Taiwan e duas irmãs do Azerbaijão.

As histórias da Janice e da Rosa não são únicas. Cerca de 45% dos anfitriões acima de 60 anos contam com a renda do Airbnb para fechar as contas do mês e a gastam em coisas importantes. Aproximadamente 56% desses anfitriões são aposentados e vivem de uma renda fixa de aposentadoria.

Charts&Graphs-60+Story-Translations-MT-072915_r2_Portuguese 4

Para muitas pessoas acima de 60 anos, sua casa é seu maior bem (e responsabilidade). No Airbnb, os anfitriões acima de 60 moram em suas casas, em média, há mais de 16 anos, e 68% deles têm a intenção de permanecer em suas casas por tempo indeterminado ou até o fim de suas vidas. Em torno de 41% dos anfitriões já nos contaram que receber hóspedes os ajudou a conseguir pagar as contas de suas casas.

Inclusão Social
Conhecer novos hóspedes é uma ótima maneira de permanecer em contato com a comunidade e com o mundo. Apesar de quase metade dos anfitriões acima de 60 anos terem uma motivação financeira para começar a hospedar, a maioria constata que os aspectos sociais fornecem benefícios inesperados e bem-vindos que fazem eles querem receber cada vez mais pessoas.

Airbnb 60+ hosting community“Como eu não tenho filhos e vivo sozinho, eu adoro acolher hóspedes em minha casa e fazê-los se sentirem como parte da minha família.”

Eijiro é um engenheiro e pesquisador aposentado que vive sozinho em Tóquio. Depois do tsunami no Japão em 2011, ele reformou um quarto em sua casa para acomodar as vítimas e em seguida começou a hospedar em 2012. Ele envia o dinheiro que ganha com o Airbnb para organizações espalhadas pela Ásia que ajudam crianças pobres. 

Airbnb 60+ hosting community

“O Airbnb permite que eu e minha esposa sintamos que fazemos parte de uma comunidade mundial.”

Kalinga recebe hóspedes com sua esposa no Sri Lanka. Eles amam que o Airbnb permite que eles conheçam pessoas de países e culturas diferentes sem sair de casa.

As histórias do Eijiro e do Kalinga também não são únicas. Cerca de 74% dos anfitriões acima de 60 anos do Airbnb vivem sozinhos ou só com um parceiro. Hospedar é uma ótima maneira de trazer o mundo às suas casas quando eles próprios não podem mais viajar. Inclusive, 28% desses anfitriões mais vividos declararam que a principal motivação de hospedar é a possibilidade de conhecer pessoas novas, enquanto 15% dos anfitriões acolhem hóspedes em suas casas principalmente para manterem-se ativos.

No entanto, mesmo os anfitriões que não encaram o engajamento social ou mental sua principal motivação se beneficiam de receber viajantes:

  • 78% dos anfitriões disseram que hospedar no Airbnb os ajudou a ficar mais fisicamente ativos do que seriam
  • 83% dos anfitriões disseram que hospedar no Airbnb os ajudou a permanecer mais engajados mentalmente
  • 82% dos anfitriões disseram que hospedar no Airbnb os ajudou a ficar mais conectados em termos sociais e emocionais
  • 31% dos anfitriões disseram que hospedar no Airbnb levou-os a confiar mais em desconhecidos.

É muito empolgante para nós do Airbnb ver todas as maneiras diferentes que as pessoas da nossa comunidade aceitaram e praticaram o compartilhamento de casas. Esperamos continuar a aprender cada vez mais e a melhorar a experiência dos anfitriões e viajantes mais vividos da nossa comunidade. Ficamos muito felizes de participar da Conferência da Casa Branca sobre Envelhecimento que ocorreu recentemente e temos o compromisso de melhorar cada vez mais a acessibilidade e a experiência do usuário para populações mais velhas dos Estados Unidos e do mundo inteiro.

Um brinde e vida longa a todos na melhor idade.


Gostaríamos de deixar um agradecimento especial a Lauren Grieco, Ph.D, uma pesquisadora do Centro de Longevidade de Stanford, por ter contribuído com o teor e o formato do questionário e do estudo no qual este blog se baseou.

Host photography by Anna Huix, Christian Hansen, James Horan, and Julie Glassberg.