English中文DeutschEspañolFrançaisItaliano日本語한국어 ру́сскийNederlands

Debbie e Michael Campbell se aposentaram para poderem passar o tempo todo viajando e vivendo seus dias em Airbnbs pelo mundo inteiro. Eles venderam sua casa e deixaram Seattle no verão de 2013 e desde então já visitaram 58 países, 180 cidades e se hospedaram em mais de 135 Airbnbs. Conhecidos como “Senior Nomads” (Nômades Sênior, em tradução livre), Debbie e Michael compartilharam seu bom humor e sabedoria nos palcos dos Airbnb Opens de 2015 e 2016 e em seu livro Your Keys, Our Home (Suas Chaves, Nosso Lar, em tradução livre). Nós convidamos esses hóspedes experientes para compartilhar suas melhores dicas para criar a experiência ideal para os hóspedes. Aqui está o que eles gostariam que vocês soubessem:

Photo Credit: Scott Smith

Desde que começamos nossa aventura The Senior Nomads, nós já batemos na porta de 135 Airbnbs diferentes. Todas as vezes existe aquele momento em que respiramos fundo e torcemos para encontrar a acomodação com a qual nos apaixonamos lá dentro. Quando a porta se abre e você nos recebe em sua casa, realmente nos sentimos como se o mundo fosse a nossa casa. Veja como você pode ajudar seus hóspedes a sentirem essa mesma sensação de acolhimento.

Receba-nos pessoalmente: Nós realmente não vemos a hora de conhecer você! Afinal de contas, sua acomodação foi a nossa favorita e passamos um tempo conversando online, então nossa estadia fica ainda melhor quando podemos conhecer a pessoa responsável pela acomodação. Se você não puder estar lá, nos avise quem estará. Esperamos que você tenha encontrado um coanfitrião de confiança que permita que nos sintamos acolhidos e confortáveis em sua casa. E caso tenha disponibilidade, dê uma passada durante a nossa estadia para dizer um oi.

Ajude-nos a nos sentirmos em casa: As pequenas coisas são importantes. Um bilhetinho de boas-vindas, uma bebida gelada na geladeira, talvez uma guloseima da região e, claro, café e chá à disposição. São os toques pessoais que ajudam a criar um ambiente carinhoso e caseiro e que nos fazem escolher morar em Airbnbs. Sendo assim, não hesite em caprichar no charme da sua decoração, incluindo obras de arte, livros que você ama e louças interessantes. Um guia explicando como as coisas funcionam não só nos ajuda a cuidar melhor da sua casa e itens pessoais, mas também ajuda não precisarmos entrar em contato com você mais uma vez para perguntar como funciona o controle remoto da TV!

Honestidade é a melhor política: Ninguém gosta de surpresas, a não ser que seja uma festa! Se alguma coisa mudou em sua acomodação, por exemplo, o ralo do chuveiro está entupido, o Wi-Fi está com problema ou uma manifestação está prevista na rua da sua casa, avise-nos com antecedência e explique qual seu plano para remediar a situação (se possível). A maneira como você lida com essas situações faz toda a diferença e ajuda a manter suas avaliações e comentário positivos.

Permaneça em contato: Quando ficamos em um lugar mais do que alguns dias, gostamos quando os anfitriões nos perguntam se está tudo correndo bem. Isso demonstra que o anfitrião realmente se importa com a experiência de seus hóspedes. Além disso, saber que conseguiremos falar com você durante a estadia caso aconteça alguma coisa ou se precisarmos perguntar algo sobre a cidade faz com que nos sintamos seguros e bem cuidados.

Compartilhe seu conhecimento sobre a região: Nós queremos comer onde você come! Não dependa de panfletos para turistas ou do TripAdvisor, queremos saber os seus lugares prediletos para conhecer a cidade pelos olhos de quem mora lá. Isso inclui como se locomover, quais lugares são seguros e coisas que estão rolando no seu bairro ou região que só os moradores saberiam. É claro que você também pode colocar todas essas informações naquele guia tão valioso que já mencionamos.