As pessoas não visitam o Havaí apenas pela praias, ondas e vulcões. Algo muito mais rico pode acontecer quando você genuinamente incorpora o ‘Ser Aloha’. E, se você descobrir e compreender o que torna essas ilhas tão especiais, poderá se sentir verdadeiramente em casa – se ficar apenas por um fim de semana ou um mês. Aqui estão algumas maneiras de conseguir isso:

1. Entenda o que significa Ser Aloha.
Aloha é uma palavra com muitas traduções literais: olá, tchau, amor. Mas para os habitantes do Havaí, Aloha não é apenas uma saudação ou despedida. É um modo de vida. Aloha significa compartilhar as mangas do seu quintal com seus vizinhos ou convidar um visitante a curtir uma fogueira na praia com você e seus amigos. Basicamente, tudo isso se resume a outra palavra havaiana: kokua, que significa ajudar sem ninguém pedir.

2. Incorpore a flora e a fauna.
O Havaí fica a 4.000 km de distância de outro pedaço de terra. Por causa disso, as ilhas têm um ecossistema particularmente único e frágil com mais de 3.000 espécies nativas de plantas e animais. Uma das formas de ver o verde exuberante de uma ilha é sobrevoando-a em um helicóptero. Outra opção é visitando uma fazenda, uma barraca na beira da estrada ou uma feira livre de produtores locais. Com essa visão mais microscópica, você pode aprender coisas fascinantes sobre as comidas tropicais cultivadas na região. Por exemplo, você sabia que se você abrir um fruto de cacau há uma polpa branca envolvendo cada semente, com um sabor parecido com uma mistura de côco, chocolate e limão? Agora você sabe.

3. Pratique surfe. De verdade.
Hawaii-VR_Hawaii_day03_Elliott_151105_0612_Blog

Uma coisa é fazer uma única aula de surfe durante sua estadia no Havaí. Agora, levar surfe a sério é outra coisa completamente diferente. Acorde cedo todas as manhãs. Pegue uma prancha de isopor de iniciante emprestada com seu anfitrião ou pergunte a ele o melhor lugar para arranjar uma. E gaste algumas horas boiando na sua prancha no mar aberto. Mesmo que você não pegue nenhuma onda, talvez você comece a entender a um pouco da mágica que tem levado surfistas a essas ilhas há tantos anos.

4. Prepare um jantar “do mar à mesa”.
Poucas coisas dão mais prazer do que ir ao mercado de peixes local, comprar uma albacora recém-pescada, esquentar a churrasqueira do seu anfitrião na varanda e deixar as marcas da grelha perfeitas enquanto se observa o sol se pondo no oceano. Claro que comprar uma raspadinha de sobremesa também não é nada ruim.

5. Tome uma ducha ao ar livre.
Em qualquer ilha que você visitar, há uma tradição antiga de tomar banho ao ar livre, e quase toda casa tem uma ducha externa. Algumas têm até o santo graal do relaxamento tropical: uma banheira externa. Seja para simplesmente lavar a terra vermelha (ela mancha tudo!) dos seus pés depois de uma caminhada ou para lavar seu cabelo com Awapuhi (uma flor de gengibre que libera xampu natural quando você a espreme!), não há palavras para descrever a sensação de tomar banho no sol, na chuva ou na brisa.

6. Encontre um lugar para chamar de casa.
Hawaii-VR_Hawaii_day02_Elliott_151104_1621_Blog

Assim como em qualquer lugar, quanto mais você visita o Havaí, mais você se sente em casa.