English  Español  中文 —  Deutsch  Français  Italiano — 日本語  한국어  русский Português Nederlands

Guiar uma experiência de impacto social é uma maneira de alcançar um grande público e transformar as atividades típicas associadas ao voluntariado e às organizações sem fins lucrativos em oportunidades de aprendizagem imersiva nas comunidades locais.

Os hóspedes que decidem reservar experiências de impacto social no Airbnb estão procurando uma atividade única, que tenha uma influência duradoura e positiva em suas próprias vidas e na causa que eles defendem.

Os anfitriões criaram uma ampla gama de experiências de impacto social educacionais, recreativas e voluntárias, que atraem e inspiram os participantes ao mesmo tempo em que se mantêm fiéis às missões de suas organizações. Continue clicando para saber mais sobre como eles criaram suas experiências.

Independentemente do conteúdo da sua experiência, todas as experiências de impacto social são uma oportunidade para compartilhar a missão da sua organização de forma a educar os participantes e incentivá-los a se tornarem defensores da sua causa.

Saiba como você pode compartilhar sua causa:

Destaque sua causa. Mostre aos participantes qual é a causa que sua organização defende e por que ela é importante.

Conte uma história. Compartilhe alguns detalhes sobre a formação da sua organização e, se for apropriado, conte como você chegou para participar dela.

Mostre seu impacto. Ajude os participantes a verem como sua organização beneficiou a comunidade.

Incentive o engajamento. Ofereça aos participantes formas de se envolver. Por exemplo, você pode ajudá-los a se inscrever no seu boletim informativo, curtir a página do Facebook da sua organização, fazer doações ou planejar-se para se voluntariar no futuro.

“… Adoramos descobrir o projeto sem fins lucrativos do Harlem Grown e ajudar os voluntários a regar as plantas, filtrar a compostagem e mudar os canteiros e os solos das plantas. Foi um trabalho árduo muito bom e muito benéfico para a mente e o corpo. Foi muito interessante também conversar com os voluntários e descobrir o caminho de cada um deles. Viva o Harlem Grown!” — Sebastian, participante da experiência Urban Grown em Nova York.